beleza

Cobaia Dourada: Jergens Natural Glow

 

Semana passada eu fiz um experimento muito divertido, bem despretensioso, só pra ver no que ia dar mesmo: branca como um lençol, usei o autobronzeador Jergens Natural Glow!

Essa marca é mega sucesso nos EUA e tem sempre alguém falando bem dos produtos, inclusive várias atrizes já assumiram que usam. São baratos (lá, né…), a cor que ele proporciona é mais natural (não tão laranja quanto estamos acostumadas) e o cheiro mais suave do que os autobronzeadores tradicionais. Seduzida por um bronze que eu naturalmente não tenho/jamais terei me expondo ao sol, pedi pra Carlinha (Insta: makeem1mao) comprar pra mim.

Pra motivar uma aplicação mais regradinha, resolvi fotografar os três dias de uso consecutivo, indicados pelo fabricante para atingir a cor máxima que o produto pode proporcionar. Fiz isso porque eu me conheço e sei que se não fizesse “com um propósito” ia largar a ideia de lado e usar muito de vez em quando, até deixar de lado por completo como já fiz várias vezes, com outros autobronzeadores.

O primeiro ponto positivo, na minha opinião, é que se trata de um creme hidratante com autobronzeador, ou seja, você não vai virar a Globeleza depois de apenas três horas, como pode acontecer com um produto tradicional. O Jergens Natural Glow é de ação gradual, a cada aplicação você percebe que a pele escurece um pouco, até atingir o dourado máximo que sua pele é capaz de produzir.

Acompanhem a novelinha:

cada aplicação, que deve ser feita no corpo limpo e seco,  leva aproximada mente 8 horas para revelar totalmente a cor atingida

Tcharam!

Eu devia ter passado no corpo todo, porque agora estou magaguilhosa, com as pernas bronzeadas e o resto do corpo branco. Mas abafa esse detalhe, que essa semana eu corrijo…rs

Como comentei no Instagram (vivi_poptopic), realmente não tem aquele cheiro de tostex na hora da aplicação (quem já usou autobronzeador sabe do que estou falando hahaha é um cheiro de pele torrada de sol). Tem uma fragrância mais adocicada. SÓ QUE não pensem que é completamente livre de cheiro de torradinha light. Depois de completamente seco, quando a queratina reage ao produto, o corpo libera, sim, um pouco desse odor característico. Mas é beeem mais suave e imagino que isso deve variar de pessoa para pessoa.

Aliás, pra quem tem dúvidas sobre como funciona, vale dizer: autobronzeador é diferente de maquiagem corporal (tipo aquelas meias em spray, que saem no banho). Esse tipo de produto sempre contém algum tipo de ativo – o mais utilizado atualmente é o açucar dihidroxiacetona (DHA) – que reage com a camada superficial da pele e produz o pigmento que parece o resultado de um bronzeado solar. Isso atualmente, néam, porque há uns 10 anos a maior parte dos produtos deixava a gente laranja/amarelo como um Simpson feat Oompa-Loompa e com o corpo todo manchado. Era chato e demorava uma semana pra sair. Ainda bem que os produtos de hoje são muito melhores e, mesmo que alguma mancha teime em aparecer (como nos joelhos e ossos do tornozelo, áreas fáceis de manchar), o excesso sai facilmente com uma bucha vegetal na hora do banho, não impregnam a pele.

Perguntaram também se mancha a roupa. Não mancha, o produto é um creme incolor e a gente deve esperar a pele absorver (5 minutos no máximo) antes de colocar a roupa. Se por acaso aparecer algum resíduo marrom é porque reagiu com o suor que possivelmente estava na roupa e vai sair na lavagem, já que não é maquiagem e a roupa não é pele, por isso não tem como manter a reação ativa. Tranquilíssimo.

Perguntaram se sai com suor; não sai. Assim como também não desbota no banho (só vai sair, na primeira vez, como eu disse antes, se algum excesso ficou depositado em alguma área. Depois disso o que você carrega é a cor da reação na pele, não é tinta, por isso não escorre).

O resultado é eterno, então? Não, né. Uma pena. Mas como já sabemos, a pele se renova continuamente, no corpo todo. Assim, seu bronze vai desbotar gradativamente, conforme essa renovação for acontecendo – igualzinho ao branco-escritório que volta a dar as caras depois das férias. A boa notícia é que você pode continuar a aplicação do produto, pelo tempo que desejar manter sua corzinha. Aí já não precisa ser todo dia. Vai de acordo com a tonalidade que você quer manter. Em mim, gostei mais do resultado intermediário, não do douradão do Dia 3, então vou manter a aplicação agora 1x por semana.

Enfim, amei, Jergens Natural Glow ganhou mais uma fã ardorosa. Pena que não-tem-no-Bra-sil.

No site Amazon, por exemplo, o Jergens está US$8.49. MAS apesar de entregar no Brasil, temos nossos maravilhosos impostos incidentes (60%) quando a compra é feita em uma loja tradicional. Ou seja:
– você pode comprar quando viajar;
– incomodar alguém que esteja viajando pra que traga pra você ou
– comprar nas lojinhas amigas que fazem essas compras pra gente e enviam pro Brasil, pagando o preço pelo qual elas oferecem esse serviço de encomenda (+ frete).

Similar nacional? Eu usava um que também gostava muito, a Loção Autobronzeadora Hidratante para o Corpo Sun Touch Nívea, mas nunca mais encontrei pra comprar, imagino que tenha saído de linha no Brasil. Aqui tem o Dove Summer Tone (R$14,85 na Panvel, vi agora). Eu já usei em outras oportunidades e também gostei. Tem duas diferenças em relação ao Jergens: a fragrância; e a cor final do Jergens, em mim, ficou mais natural (ele tem 3 opções na hora de comprar, você escolhe a mais próxima do seu tom natural pro resultado ficar também natural. A minha é Fair to Medium.

E uma dica: o que  aumenta as chances de ficar com a pele laranja é a alta concentração do dihidroxiacetona (DHA) nos produtos Autobronzeadores tradicionais, que são desenvolvidos pra te deixar com a cor do pecado na primeira aplicação. Como é mais difícil encontrar um produto de ação gradual, (sério, fora o Dove Summer Tone, não sei de mais nenhum atualmente no Brasil e, mesmo ele, não vejo pra vender em todo lugar), você pode misturar 50/50 de autobronzeador com um hidratante corporal e fabricar seu hidratante autobronzeador em casa! Seja caprichosa e compre o Hidratante e o Autobronzeador da mesma marca, pra evitar reações desagradáveis entre as formulações. Use um frasco limpo e seco pra colocar os produtos em partes iguais, misture bem e aproveite seu bronze sem sol.

😉

Fail: no Dia 1, além de branca como a neve, minha perna estava marcada com os vincos de lençol, porque a boneca tirou foto assim que levantou. Relevem. E depilação tá meia perna (alô, alô anos 90) desde que voltei da praia, por pura preguiça, não me julguem. #vivaedeixeviver

3 comentários

  1. Eu já me acostumei com minha cor, quase sépia, mesmo com as piadinhas que sempre rolam quando coloco as pernas de fora tenho preguiça master de sol. Acho que para mim seria útil usar justamente nas pernas, pra deixar tudo sépia 😛

    Vivi respondeu:

    @Juliana Vilela,

    hahahahaha por esse ponto de vista eu sou magenta O.o

  2. Vivi Alberto disse:

    hahahahaha por esse ponto de vista eu sou magenta O.o

Deixe um comentário :D