beleza

Máscara Facial LED

 

Durante as férias – cabô, volei! – eu publiquei a seguinte foto no Instagram:

 

mascara_led

 

Mulherada ferveu, querendo saber se eu tinha feito um pacto com o Homem de Ferro; aderido a alguma comunidade de vida em Marte ou apenas abilolado de vez. Calma, gente. É bem simples. E muito legal também.

 

Conheci a Máscara Facial de LED através da minha dermatologista. Ela fez uma participação no programa Hoje em Dia falando dela e eu, claro, fui logo querer saber tudo a respeito, porque se tem uma coisa que eu já conhecia e amava do consultório, é o aparelho de LED utilizado no final de quase todos os procedimentos. Dez minutinhos e a pele fica clara e calma e, de acordo com a Dra., com a formação de colágeno estimulada.

 

Daí que se agora existia a possibilidade de fazer isso em casa, todo dia, ah, meenhas feelhas, eu queria pra mim!

 

Não sai falando dela enlouquecidamente porque, macaca velha de blog, sei que não adianta espalhar maravilhas sem saber se o treco funciona mesmo, porque depois vocês voltam aqui (com toda razão, né) pra me dizer que não prestou. rsrsrs E não é um produto barato; o mínimo que eu deveria fazer era usar um bom tempo pra depois falar. Foi o que eu fiz.

 

Faz uns três meses que tenho a máscara e uso com certa regularidade. Não uso diariamente porque esqueço ou fico com preguiça – #sinceridades, mas poderia usar sem problema algum, se quisesse. Ela tem um mecanismo de desligamento automático, que não permite que a gente esqueça da vida e use além do tempo indicado. Esse mesmo mecanismo impede que ela seja religada em seguida, antes da pausa recomendada.

 

O que é essa máscara de LED?
Um aparelho do tipo home device – uso doméstico – com 93 diodos que emitem luz sobre a pele. Se usada como indicado, otimiza a renovação celular, com benefícios como a melhora geral da superfície da pele, hidratação, homogeneização da textura, além de atenuar e flacidez de toda a face; agindo de forma preventiva, curativa e reparadora da pele danificada.

 

Ou seja, é amor, é colágeno, é vida pra pele!

 

Uso com a pele já limpa, normalmente à noite e, em seguida aplico os produtos antiidade do momento (porque eu vario bastante). Não é obrigatório aplicar nada em seguida, mas se uma das propriedades do LED é potencializar a ação de produtos, por que não, não é?

 

Não dói, não arde e quase não esquenta. Quando você começa a sentir um calorzinho ela desliga, já que são apenas 7 minutos.

 

O que dói é só o bolso, custa R$575,00 (em 6x no site do fabricante). É um custo x benefício relativamente dentro dos valores de mercado se formos considerar o preço atual dos produtos antiidade, certo? Grande parte dos cremes/seruns estão entre R$100-R$200, então esse preço por um aparelho de vida longa e uso diário acaba se pagando com o tempo.

 

Se traz resultados? Traz. Usado regularmente ele mostra, sim, uma pele com viço, saudável. Fora que é ótimo para atenuar essas alergiazinhas típicas de picadas de inseto no verão (sério, levo MUITAS no rosto), além de desinflamar espinhas ocasionais da TPM. Pra quem sofre de acne existe uma outra versão, com LED azul, que é indicada especificamente para tratar o problema; o custo é o mesmo.

 

Gostei muito mesmo. A foto abaixo foi feita na semana passada, estou sem maquiagem, só com filtro (os poros estão ali, não me deixam mentir hahaha):

 

sem_maquiagem

 

Com 39 primaveras marcadas na folhinha e em meio a um verão quente como nunca, tô feliz com o resultado, não posso reclamar, não 😉

 

Pra quem quiser mais informações, a minha máscara é a Linealux Máscara Facial Rosso e esse é o site do fabricante: www.capellux.com

 

Repito, eu comprei com indicação da minha dermato, tá? O ideal é levar o assunto para discutir com seu médico, antes de investir – e até mesmo para escolher o melhor produto pro seu caso, já que há opções. Aliás, a Dra. Valéria Campos tem um blog todo cheio de novidades, super indico visitas regulares ao Valéria Campos Blog.

 

 

5 comentários

  1. Gostei, achei muito interessante vou acessar o blog, valeu a dica!

  2. Lígia disse:

    Oi Vivi, adoro seu blog!
    Sei que este não é um post sobre cabelos mas gostaria muito de saber qual numeração de tonalizante você usa para voltar ao castanho? Fiz luzes e estou com um fundo castanho claro desbotado, tenho a intenção de dar uma uniformizada na cor, porém com reflexos mais frios. Poderia me dar uma dica? Obrigada! Grande beijo!

    Vivi respondeu:

    Oi, Lígia, obrigada <3

    Então, você pode tentar um 7.0. É loiro médio, vai super bem com castanho natural, só que as luzes vão ficar bem sutis, quase sumir, tá? Bjo!

  3. Tata disse:

    Vivi, não imagina o quanto me ajudou! Fiz um tratamento para cabelos que usava esse led e queria uma forma de fazer em casa. Achei! Obrigada! beijo

    Vivi respondeu:

    Meninaaa, e o resultado é maravilhoso pro cabelo! Já vi paciente em recuperação de químio que ficou com os cabelos muito melhores do que eram antes. Super vale a pena <3

Deixe um comentário :D