Warning: mysqli_set_charset(): Error executing query in /var/www/html/vivialberto.com.br/web/wp-includes/wp-db.php on line 823
Vivi Alberto
Warning: array_merge(): Argument #2 is not an array in /var/www/html/vivialberto.com.br/web/wp-content/plugins/wp-pagenavi/scb/Options.php on line 62

Arquivo da categoria ‘beleza’

beleza

Fale com Ela: Anna Christina Saeta

 

Anna Chris é uma mulher alta, de olhos verdes.

Fala bem, sabe ouvir com maestria (não apenas com os ouvidos), e escreve que é um espanto. Uma dessas pessoas que praticam a inconveniência de atravessar nossos corações leitores com uma ou duas linhas, sabem como? Essas pessoas que sabem de gente.

A Chris é minha amiga de outro século, mas aposto que ao fim desse texto, você vai sentir que é sua também.

Ah, quase esqueço: Anna Christina também já fez/viveu de regime. Hoje ela é uma mulher alta, de olhos verdes. Alguém com quem conversar sobre autoestima.

Perder peso é fácil, difícil é se manter magro. Parece clichê – é clichê – mas, como quase todos os clichês, também é verdade. No entanto, mesmo gordinhos com larga (é, foi um trocadilho) experiência em perder e ganhar peso acreditam que, uma vez que se perca 10, 20 ou 30 quilos, o problema estará resolvido. A partir daí, basta ficar de olho na balança e, caso ganhe dois ou três quilos num final de semana, passar um dia só na água com alface que tudo se resolve. Pena que o nosso corpinho se recusa a entender esse tipo de raciocínio.

As minhas poucas experiências com remédios para emagrecer foram muitíssimo bem sucedidas, considerando que o remédio deve ajudar a emagrecer. E emagrece mesmo! Não vou entrar em detalhes sobre o que os remédios causam à saúde. Se você for saudável, tem enorme possibilidade de se sair bem. Se não for, nenhum médico que se preze vai te receitar remédios. Então o importante mesmo é sempre procurar médicos que se prezem.

Os períodos pós-remédios – em que estive mais magra, portanto – foram os mais alucinantes da minha vida. Primeiro, porque as pessoas me elogiavam e diziam como eu estava bonita, imaginando que era isso que eu queria ouvir – como se fosse doce a descoberta de que não era considerada assim tãooo bonita antes. Depois porque o meu corpo, esse ente traiçoeiro com ideias próprias, simplesmente ansiava desesperadamente por todo tipo de carboidrato e doce que se possa imaginar. É uma briga que a gente tem pouca chance de ganhar. Eu não ganhei, e confesso que nem lutei muito.

A volta aos tamanhos GG, que pode ser tão traumática para algumas pessoas com grandes expectativas, não me deixou pena maior do que a perda de muitas das roupas que havia comprado. Mas, como não se engorda tudo da noite para o dia, até isso acabou um pouco diluído. Sei que decepcionei algumas pessoas, mas well… nunca pedi aprovação de ninguém.

Eu descobri que recuperar os quilos era uma ótima ocasião para que eu pensasse seriamente em por que os tinha perdido. Vaidade, certamente, mas nunca me vi como uma pessoa movida pela vaidade. Se eu sou capaz de me olhar no espelho gorda e me achar bonita, então porque essa orgia de remédios para perder peso? Concessões, talvez, ao que é estabelecido como “bonito” pela sociedade que me cerca, que estimula padrões que não me seduzem. Acho bonita gente bonita, seja gorda ou magra.

Com tudo isso, não quero dizer que acho que as pessoas devem se manter gordas, longe disso. As pessoas podem ser tudo aquilo que elas quiserem ser, mas para mim, chega de concessões. Vejo sensualidade e doçura nas formas fartas, então porque iria, eu mesma, dizer adeus às minhas próprias formas? Não faz sentido. E foi então que descobri a autoestima, uma coisa que pode te fazer mais feliz que qualquer dieta, qualquer número, qualquer padrão. E é a esta senhora que quero dedicar meus esforços e minhas letrinhas, aqui, uma vez por semana.

Anna Christina

beleza

De Farmácia: Sabonetes Líquidos J&J

 

Férias e farmácia andas juntas, né?

Felizmente não para comprar medicamentos – pelo menos não sempre – mas pra buscar aquelas coisinhas que a gente acaba sempre deixando de lado na hora de arrumar a mala pro passeio. E nem sempre é esquecimento. Eu mesma acabo optando por não carregar shampoos e sabonetes, numa maneira de acabar experimentando coisas novas.

Uma das minhas aquisições, ainda em Dezembro passado, foram alguns dos novos sabonetes líquidos da Johnson’s:

Como moro no interior de SP, minha casa vira destino de Férias nessa época. Por isso gosto que os banheiros e lavabo tenham esse tipo de produto disponível, porque além de serem práticos, são muito mais higiênicos, né? Imagina, a meninada toda compartilhando sabonete em barra!? TENSO, no mínimo.

Comprei esses da Johnson’s porque gostei das fragrâncias e achei o preço bom. No Makro paguei R$3,50; mas essa semana, na farmácia, paguei R$3,89, pouca diferença.

São quatro fragrâncias:

Reviva – combina lírio d’água e eucalipto.
Desperte – mix de folhas verdes e bergamota.
Escape – mix de damasco e caramelo.
Imagine – rosas e sândalo.

Minhas preferidas, sem dúvida, são Reviva e Escape, que têm (na minha cabeça) cheirinho de verão de verdade. O Desperte eu confesso que não fez minha cabeça já na prateleira, por isso nem comprei…

1 detalhe: a gente fala muito de fragrância de sabonetes, inspirações e tudo mais. Pra mim sabonetes precisam ser agradáveis durante o banho. Fazer lá a sua espuma, impregnar o vapor com ses aromas deliciosos e… acabou por aí. Sério, depois do banho eu só espero que o sabonete não resseque a pele. Não quero que seu aroma perdure na pele, até porque sempre tem o hidratante, o óleo perfumado e mil outras cheiros pra brigar entre eles, no nosso corpo.

beleza

Carão HD

 

Nada melhor do que tempo pra gente poder dedicar atenção às coisas e tirar o melhor resultado delas, não é?

Tinha aqui alguns produtos da Contém 1g, para experimentação, que não eram o caso de simplesmente tirar foto bonita da embalagem e gotinha de produto na mão. Não teria a menor relevância esse tipo de detalhe pra falar de uma coisa tão específica, como maquiagem de alta cobertura.  Tempo arranjado, agora tenho o que mostrar. rsrs

Alta Cobertura
A ampla cobertura – também chamada de alta – serve para aquela maquiagem que a gente usa para esconder coisas. Manchas, linhas, marcas, pintas, diferenças na tonalidade da pele, olheiras… Tudo que você quer esconder de fato, é com produto para ampla cobertura que se resolve.

Se o objetivo comum da maquiagem é aperfeiçoamento, salientar pontos fortes, realçando o que considera você bonito, a alta cobertura está mais para a camuflagem do que para a maquiagem do cotidiano e, por isso, deve ser aplicada com cautela, calma e um tico de técnica – no mínimo.

Tempo e Técnica
Aplicar maquiagem corretiva com pressa resulta em cara de reboco. Sem mais.
Pode ser o produto mais badalado da galáxia da maquiagem, se aplicar um monte, de qualquer jeito e com pressa, vai pesar, ressecar e craquelar. Pior, tudo isso vai acontecer 20 minutos depois de você ter saído de casa, já na rua, que é o tempo leva para os produtos secarem completamente e a cara de máscara aparecer.

Independente da marca do produto (ou de estar escrito que é pra alta definição ou não), sempre reserve um tempo sem correria quando quiser uma maquiagem de ampla cobertura.

Por ter concentração maior de pigmentos, são produtos que devem ser aplicados com mão leve na dose e uma luz boa (natural, pode ser?) pra aplicação. Eu prefiro aplicar com esponja, pra não perder nem um poro de vista. Se sobrar um tempinho antes de sair de casa, passar um pincel limpo em toda a face deixa o resultado ainda mais natural, porque apaga qualquer traço que possa ter ficado marcado depois da secagem e absorção completa dos produtos.

Aplico pequenos pontinhos de produto, passo a esponjinha em círculos, mas sem apertar, e espero secar. Confiro a cobertura, aplico mais pontinhos, esponjinha, espero secar. Aos poucos é mais fácil não exagerar e diminui o risco de rachar depois.

Resultado, carão de photoshop, bonecão sem poros:

Aqui , com sombra e batom um pouco mais forte, dá pra notar que faltou corretivo nas olheiras:

Eu, uma drag queen frustrada, adoro maquiagem de alta cobertura. Corretivo que camufla, base que esconde. Só que tenho 37 aninhos, né. Quer dizer, eu tenho coisas para esconder! rs  Lógico que jovenzinhas e pós-adolescentes não precisam de maquiagem pesada assim. Pode até envelhecer, dependendo da aplicação.

A ampla cobertura também é perfeita para festas, fotos e filmagem. Tudo que tenha muita luz e glamour, merece uma make mais caprichada, no sentido de camuflar coisas que a gente não gosta muito, nem quer ver evidenciadas e registradas para sempre, como espinhas.

Nessas fotos usei:

MD Multi-Definition Serum Hidratante Contorno dos Olhos: hidratante para a região finíssima e especial, que é a área dos olhos, com efeito cinderela, imediato. Você aplica e fica tudo liso e lindo, pronto pra receber maquiagem. Aliás, fica tão lindo que se você não tiver olheiras, pode até dispensar a maquiagem. Recomendo fortemente que quem se interessa por esse tipo de produto pros olhos (eu sou viciada, tenho inchaço) passe nma loja da Contém 1g e experimente na pele limpa. O resultado é MUITO bom mesmo. Têm 8 aminoácidos na fórmula, ou seja, embeleza e trata ao mesmo tempo.

Velvet Base e Corretivo: altíssima cobertura com microesferas de ativos 3D que disfarçam imperfeições, deixando aparência aveludada.

EXPERIMENTAÇÃO
Contém 1g Make-up
www.contem1g.com.br

beleza

Demaquilante Aquoso quem disse, berenice?

 

Dica boa é dica dividida, não é?

Pois essa dica de produto quem me passou foi a Jessica, do Amelie Queen, e depois de experimentar não tinha como não falar dessa pequena maravilha, o Demaquilante Aquoso quem disse, berenice?.

Como vocês podem imaginar, uso demaquilante em quantidades industriais. Pra retirar a generosa camada de protetor solar + base nossa de cada dia, não dá pra abrir mão de demaquilar antes de lavar, pra evitar resíduos (e espinhas por oclusão dos poros). Além disso, não dispenso o rímel, que quase sempre é à prova d’água. Não é possível deixar de usar demaquilante MESMO.

Dias desses, nessas conversas mulherzinha sobre produtos, a Jessica comentou que o Demaquilante Aquoso quem disse, berenice? era igualzinho ao super famoso e eficiente demaquilante Bioderma. Pronto, eu TINHA que experimentar.

E é mesmo, gente!

O legal desse tipo de demaquilante é que ele pode ser usado em toda a face, sem pesar, como acontece com os bifásicos. Esse, especificamente, é muito, muito leve. Como o próprio nome diz, uma água de limpeza.

Ele não é específico para retirar maquiagem à prova d’água, mas meu rímel saiu, sem deixar olho de panda pra trás.

Paguei R$24 (na Beauty Box, em Campinas) e achei o preço digno, já que o frasco é generoso em quantidade de produto e atualmente está difícil encontrar bons produtos por menos de R$50.

Favoritei!

A resenha no blog da Jessica está AQUI.


Warning: array_merge(): Argument #2 is not an array in /var/www/html/vivialberto.com.br/web/wp-content/plugins/wp-pagenavi/scb/Options.php on line 62