Warning: mysqli_set_charset(): Error executing query in /var/www/html/vivialberto.com.br/web/wp-includes/wp-db.php on line 823
Vivi Alberto
Warning: array_merge(): Argument #2 is not an array in /var/www/html/vivialberto.com.br/web/wp-content/plugins/wp-pagenavi/scb/Options.php on line 62
 

beleza

L’Apothicaire

 

Despertei a curiosidade de vocês quando mostrei os produtos com ‘formula inteligente’ da L’Apothicaire, no Instagram, assim que os recebi.

Acontece que a novidade também cutucou demais a minha própria curiosidade e comecei a usar no sábado mesmo, pra sentir a textura e… quis logo mostrar aqui, porque vocês vão gostar, que eu sei! rs

A marca foi criada por duas farmacêuticas, Manuela França e Carmem Raya, em Porto Alegre, e tem a proposta de criar cosméticos sempre pautados nas “Fórmulas Inteligentes” que citei. Mas o que isso quer dizer? Vejam:

sem parabenos; sem óleos minerais; sem corantes sintéticos; ativos naturais; fórmulas hipoalergênicas; não testado em animais

Com ares de antigamente, os produtos tem embalagem simples, que lembram as de manipulação, mas trazem a diferença de um sensorial que só a modernidade pode nos proporcionar. As texturas são fluidas, não melam. O cheiro é muito suave e tem algo de sofisticado em sua simplicidade. E o que realmente importa em um cosmético: alta concentração de ativos, porque não adianta nada o produto ser todo lindinho e não fazer efeito, né?!

Estou usando a Mousse Facial Purificante e o Hidratante Facial Oil Free:

.

A gente lê que o produto é à base de Oliva e tem um frio na espinha, achando que pode deixar a pele oleosa, certo? Não, não. Acredito que souberam extrair só as maravilhas antioxidantes e hidratantes da oliva, porque a sensação depois de usar é de pele super fresquinha e hidratada. Aliás tomei até um susto, acho que minha pele estava desidratada (também, o tempo aqui está seco DEMAIS, não duvido) porque absorveu o hidratante em segundos! Tomou de canudinho.

Não tem FPS, precisa usar um protetor depois, mas, muito sinceramente, a pele não ficou peguenta, porque tinha sugado mesmo todo o hidratante.

Sei que faz pouco tempo que estou usando, mas são produtos que dá pra falar sem medo. É o tipo de coisa que eu gostaria que me mostrassem logo…rs

Tenho certeza que mais gente pode gostar. 😉

Detalhe: os preços são super realistas. Quando ouvimos falar de orgânicos e tal sempre esperamos uma facada no bolso/coração. Não é o caso. Esses produtos que estou usando, por exemplo: Mousse Facial Purificante, R$30 e o Hidratante Facial Oil Free. Um kit Facial, com os dois produtos, R$60.

A carteira de produtos é bem enxuta e tem também linhas Corporal e Home. Dá pra ver tudo no site: www.lapothicaire.com.br

Os links dessa publicação servem apenas para fins de informação. Não são patrocinados nem estão sujeitos a qualquer tipo de comissão por vendas ou programa de afilidados.

Coluna da Chris

Coluna da Chris: Respostas

 

Respostas. Estas são a melhor parte de qualquer diálogo.
Uma pergunta sozinha não é nada. Uma pergunta respondida começa uma história – ou um texto. No nosso caso, uma nova coluna. Na última coluna, perguntei: quando foi que você deixou de se achar bonita? Como sempre, voltei todos os dias para ler as respostas, e quero aproveitar para agradecer a todas as respostas que vocês me deram em todas as colunas. As respostas, os comentários, as concordâncias e discordâncias, as histórias, elas validam a minha existência aqui no Pop Topic. As suas respostas aquecem o meu coração, emocionam e me fazem ter essa vontade louca de escrever mais e mais. Muito obrigada!

Uma das respostas àquele texto, escrita pela Marcela, conta uma história que, infelizmente, não é tão rara assim. Por coincidência, até fizeram algo bem parecido no Fantástico do último domingo: uma mãe que dizia à filha, em público, que ela era muito gorda e tinha que parar de comer. Não vou falar do quadro, porque eu o achei doloroso. O tom usado pela atriz foi cruel e, repito, justamente por ser algo que a gente sabe que acontece mesmo, machuca. Para mim, o importante ali não era ver se alguém defenderia a menina. Essas coisas acontecem, na maior parte das vezes, quando ninguém pode defender a menina. E atenção, isso não é defesa do direito ao fast food, mas sim a defesa de que as mães escolham a comida dos filhos pelos motivos certos – a saúde – e não pelos errados – a aparência e a “vergonha” que a aparência causa.

Enfim, o que a Marcela disse no fim do comentário dela foi o que me comoveu: “quando eu tiver minha filha, vou me esforçar para ela se sentir linda”. Porque isso, sabe, isso é a evolução da positividade. É quebrar com essa longa tradição de mulheres se maltratando e maltratando outras mulheres, inclusive as próprias filhas, em nome de um padrão de beleza que ninguém perguntou se a gente queria ou não.

E tudo isso me fez lembrar também de uma carta que eu li outro dia, de uma escritora chamada Kasey Edwards. Ela escreve à própria mãe, contando que se lembra que tinha 7 anos quando descobriu que a mamãe, que ela achava tão linda, era “gorda, feia e horrível”. E ela descobriu isso não olhando para a figura da mãe, mas sim porque a própria mãe contou a ela. E que menininha de 7 anos vai duvidar das palavras da própria mãe? A carta é muito bonita e pode ser lida no final do post.

O fato é que a infelicidade em relação ao próprio corpo é altamente contagiosa. Não basta elogiar as outras mulheres, dizer o quanto são lindas, apontar seus aspectos mais favoráveis: a gente tem também que abandonar o triste hábito de se depreciar. Cada vez que uma mulher diz, de forma humilíssima, que ela é feia porque está gorda, que seu cabelo é horrível, que se sente mal por ter a bunda grande, que gastaria um prêmio de loteria inteiro para fazer trocentas cirurgias plásticas e finalmente ficar bonita, esta queixosa senhora derruba cinco mulheres à sua esquerda e mais meia dúzia à sua direita.

É contagioso. Eu não tenho a menor dúvida disso, porque, como eu disse na última coluna, este foi o meu ponto de “parar de me achar bonita”. Estou sendo repetitiva, eu sei, mas vamos lá que o assunto é importante. É uma questão de responsabilidade. Espalhar ondas de insatisfação por aí não é algo que alguém faça por prazer. É involuntário e só existirá uma chance de romper esse ciclo de tristeza no dia em que todo mundo perceber o quanto colabora com a existência dele.

Passar a respeitar o seu corpo e a gostar dele, portanto, é mais do que encontrar a sua própria felicidade e satisfação. É agir também em benefício das outras pessoas, aquelas que ouvem o que você diz e que muitas vezes internalizam as mesmas dores. E passam a sofrer da mesma forma. Por contágio, por comparação, por admiração. E então?

Você pode ler a carta de Kasey Edwards aqui.

Promos

Divulgação de Sorteios e Promos

 

Atenção no final do post para o email e formato para pedidos de Divulgação. Divirtam-se!

Kit Benefit, no Viciadinha em Make

Delineador em gel réplica MAC, no Tatices

Chapinha Portátil Mini Iron Car Edition da Gama Italy, no Loucas & Maquiadas

Sabonete líquido Kanitz, no Tendências da Moda

Case para iPhone 4/4S, no Cocota Nerd

Barrinhas (todas as 4) e o super skinny da marca Hart’s Natural, no iEuRecomendo.com

Óculos Clubmaster, no Otras Cositas

Quinteto de sombra da Revlon Custom Eyes, no Like us

Um perfume e um creme de mão, no Pink Girls!!!!

Conjunto de Colar mais Bracelete, no Será que eu tô na moda?

Livro “As violetas de março”, no Testei… e você???

Mais de 40 prêmios diferentes, no Hey, é a Laysa

01 Kit da loja Perfume & Poesia para o papai, no Vitrine de Promoções

Shampoo e Máscara Néctar Bio-Plasty + Ativador e Reparador de Brilho – Cristall Repair, no Fadas Maquiadas

Kit de cosméticos para o dia dos pais, no Menina Madura e Prendada

Lixeira empilhável e Porta Sabão em pó, no Menina Madura e Prendada

Casaquinho, no Menina Madura e Prendada

kit com 2 perfumes da Racco Just (Feminino e masculino) e 2 cremes da Veron, no Menina Madura e Prendada

Kit completo Redutor de Volume da capicilin, no Jeitinho Nosso

Kit Ladyslim, no Usei Hoje

10 cartelas de tatuagens de unhas, no Usei Hoje

Coleção de esmaltes chocolate fina flor, no Usei Hoje

Jogo para fundue em porcelana, no Usei Hoje

Colar Vintage, no Le Petit Blondie

Rebel M.A.C ( Original), no Momento da Vaidade

Brinco Branco com Franjas Douradas, no Moda para Você!!

Iluminador corporal, paleta e High Beam (produtos da Benefit), no Girl Supimpa

R$40 em compras de produtos artesanais, no Sorteios na Rede

Kit de maquiagem à escolha, no Sorteios na Rede

Drops Hidratante Capilar, no Sorteios na Rede

Quer divulgar sorteios e ações promocionais? Atenção para a mudança de endereço! Mande sua mensagem para:

divulgue@poptopic.com.br

O modelo:

prêmio + link para post do sorteio + nome do blog + data do sorteio

Os pedidos devem chegar até a sexta feira de cada semana para que entrem no post que será publicado aos sábados.

beleza

Usei: Batiste Shampoo Seco

 

Minha Glambox desse mês trouxe uma coisa que gostei muito, o Batiste Shampoo Seco. (sou assinante da Glambox, mas não estou mais 100% satisfeita com as últimas caixas, na verdade eu diria que meu índice caiu pra 50% de satisfação, só que ainda não cancelei)

Shampoo seco é uma coisa que eu gosto de ter sempre, pra emergências. Dah, jura, Viviane? Se é pra emergências mesmo que serve!..

Meu preferido até então era o Klorane, que pra mim era o único com resultado sempre ótimo. Já usei outros que “até ajudavam”, mas nada que se comparasse ao Klorane. Isso até conhecer o Batiste!

Olha, que produto bom e, melhor ainda, barato para a categoria. Como disse antes, esse que experimentei veio na Glambox. É a menor versão disponível, com 50 ml, com preço sugerido de R$14,90. Muito bom, né?

De acordo com o folder da caixinha, os demais preços sugeridos são R$19 (150 ml) e R$25 (200 ml). Dica: pesquise o preço no Google, tem uma variação razoável de um lugar pro outro. E, claro, pra quem viaja sempre compensa comprar lá fora, é bem baratinho.

Pra venda direta no Brasil acho um preço super válido, considerando que é um produto importado e que rende muitos usos (não é sempre que a gente usa, é um quebra-galhos). E o mais importante, cujo resultado final é muito bom, comparado às demais opções no mercado.

O que usei tem a fragrância Blush e confesso que fiquei com receio de não gostar, logo que vi, só pelo fato de ter um cheiro. Eu prefiro sem cheiro pra produtos nesse caso, mas acabou que esse é super suave e você só sente no momento da aplicação mesmo, não é aquela coisa que tenta mascarar a falta de limpeza com perfume, sabem?

Não deixa o cabelo grudento nem esbranquiçado. A aplicação é do mesmo tipo que a gente já sabe: pulverizar o produto próximo aos cabelos, massagear e depois escovar pra retirar o excesso.

No site tem várias informações extras, tipo qual produto é mais indicado para cada cabelo, vale olhar com calma:

Eu adorei!


Warning: array_merge(): Argument #2 is not an array in /var/www/html/vivialberto.com.br/web/wp-content/plugins/wp-pagenavi/scb/Options.php on line 62