Warning: mysqli_set_charset(): Error executing query in /var/www/html/vivialberto.com.br/web/wp-includes/wp-db.php on line 823
Vivi Alberto
Warning: array_merge(): Argument #2 is not an array in /var/www/html/vivialberto.com.br/web/wp-content/plugins/wp-pagenavi/scb/Options.php on line 62

Arquivo da categoria ‘Pele’

beleza

Sobre Sardas e Clareadores

 

É comum a dúvida: sarda é mancha? Manchas são sardas? Dá pra “apagar” (por quê)?

Aproveitando a proximidade do inverno – a melhor época do ano para pensar em tratar manchas por conta da diminuição da radiação solar – aproveitei para pegar as dicas da Dra. Valéria Campos, minha dermato, sobre o assunto. O que são e como cuidar das sardas.

01

texto original:

“Sardas são muito charmosas, mas algumas pessoas preferem clareá-las ou removê-las para obter uma pele mais uniforme. São manchinhas arredondadas ou geométricas, de cor castanho ou marrom que geralmente aparecem nos locais mais expostos ao sol, como no rosto, ombros e colo, mas podem se alastrar pelo resto do corpo.

Essas manchas nada mais são do que o aumento pontual de melanina na pele. Quanto mais clara a pele, menor é a quantidade de melanina produzida e por isso a proteção para se defender dos raios solares acaba sendo mais baixa, o que facilita a formação de manchas.

Pessoas morenas também podem ter sardas, mas esse tipo de pele já foi projetado para se defender da agressão da luz solar através da produção de melanina. Como a cor é hereditária, quem tem pele morena tem menos tendência ao aparecimento de sarda.

Basicamente, elas são causadas pela exposição continuada da pele ao sol e tendem a escurecer mais durante o verão. Portanto, para evitá-las, basta se proteger da exposição solar. Vale lembrar que a proteção não deve ser apenas contra o sol da praia ou piscina, mas também contra o sol do dia a dia, inclusive o sol que passa pela janela do carro e de casa.

Isso não significa que os sardentos devem ficar isolados em casa, sem ir à praia, piscina ou fugir das atividades ao ar livre. Basta evitar horários de pico solar, usar chapéus e protetor. O mais indicado para quem tem sardas, é optar por um bloqueador solar, ao invés de um filtro. O produto deve ser reaplicado de 4 em 4 horas e o ideal é que a proteção comece aos 6 meses de idade, pois o sol danifica as células que, no futuro, vão sofrer alterações e dar origem às manchas.

A maioria das pessoas com sardas convivem com elas normalmente. Elas não são nocivas, mas podem se alastrar pelo corpo, se juntar umas nas outras e formar grandes manchas.

É importante frisar que não existe forma de eliminar as sardas definitivamente. Depois de um tratamento, mesmo que a pele esteja protegida por filtros e chapéus, a tendência é que elas voltem. Na internet, você vai achar muitos remédios caseiros que prometem a remoção das sardas, mas eles não funcionam e podem causar manchas ainda maiores na pele.

O que se pode fazer é atenuar a coloração das pintas e inibir seu crescimento. Hoje vocês vão conhecer 6 ativos que fazem exatamente isso:

  • Hidroquinona: ainda é a pomada mais prescrita por ser a mais barata. Ela inibe a ação da tirosinase, uma enzima relacionada à produção de melanina. Mas não deve ser utilizada por mais de três meses, pois em altas concentrações pode piorar a mancha, irritar a pele e até causar manchinhas brancas dentro da mancha. O resultado pode ser potencializado quando utilizada em conjunto com ácido retinoico.
  • Citrolumine: é um preparado botânico que também atua como iluminador. Ele é extraído de frutas cítricas e foi desenvolvido para clarear o tom de pele e despigmentar as manchas em geral, sejam sardassenis ou de sol. Essa substância é segura e seu uso é liberado para gestantes.
  • Idebenona: tem efeito clareador menos potente que a hidroquinona, pois bloqueia a síntese de melanina. Além disso, é mais segura por não ser tóxica, mas também pode causar irritação e amarelar as unhas. Seu uso deve ser simultâneo com fotoproterores durante o dia para conseguir ter o efeito desejado.
  • Arbutin: Derivado da hidroquinona, é naturalmente encontrado em plantas como espécies de folhas de pera, cranberry, uva-ursi e outras. Tem sido tradicionalmente usado no Japão, mas vem sendo usado no ocidente como uma alternativa menos efetiva, porém mais segura que a hidroquinona.
  • Vitamina C: Frutas cítricas, kiwis, espinafre e outras folhas verdes são excelentes fontes de vitamina C. Mas suplementos e complexos vitamínicos ajudam a controlar melhor a quantidade necessária do nutriente.
  • Complexo Lumiwhite: É uma combinação de ácido kójico, diacetil boldina e lipoaminoácidos que agem bloqueando a tirosinase, enzima que estimula a produção de melanina. Não é a mais eficaz, mas é uma boa opção para ser introduzida antes do filtro solar.”

***

Vale lembrar que esses ativos podem ser encontrados em produtos de venda livre (com prescrição) em concentrações consideradas seguras para a maior parte da população (caso dos dermocosméticos), mas isso não quer dizer que você deve começar um tratamento sem consultar um médico. Só um profissional é capaz de avaliar o seu caso e, se necessário, prescrever um tratamento combinando vários ativos e concentrações diferentes, tudo adequado para os melhores resultados que sua pele pode alcançar.

beleza

Derretendo e… Hidratando!

 

Vocês estão com a mesma sensação que estou, de que estamos todos sendo cozidos lentamente, de dentro para fora, em um microondas invisível, gigante e sem timer? É assim que me sinto, derretendo dia e noite nesse calor nunca antes visto na história desse país.

E se a palavra é derretendo, bem literal, parece um pouco de loucura vir falar em hidratação facial, certo? Não, amigas, erradíssimo. Mesmo vertendo óleo por todos os poros visíveis – e eles estão bem visíveis! – a gente não pode abandonar a hidratação, já que água não tem nada a ver com óleo.

Podemos brilhar com o excesso de oleosidade e, ainda assim, estar com a pele desidratada; o que não é nada bom, já que dá margem para o surgimento de linhas de expressão e flacidez.

Para evitar problemas de pele precoces (você não quer uma ruga antes da hora, quer?) por um motivo que pode muito bem ser evitado com rotina de cuidados simples, segue aqui um esqueminha básico de manutenção.

O objetivo normalizar a secreção sebácea e segurar assim a produção excessiva de óleo e sebo. Por isso a limpeza da pele precisa ser eficiente, mas não agressiva. Depois dela a pele precisa voltar a seu ph de equilíbrio. A pele pode se tornar irritada e sensível se exposta a agentes de limpeza pesados, que retirem toda a proteção natural da pele, acionando o efeito rebote, que é a produção maior ainda de sebo, para compensar a retirada brusca da camada anterior. Só parece complicado, mas não é. Um tônico faz isso rapidamente, essa é sua função.

Assim, você só precisa:

  • Limpar
  • Tonificar
  • Hidratar

O produto para limpeza vai tirar “o grosso”: protetor solar; maquiagem, além de toda sujeira depositada ao longo do dia. O Tônico vai retirar qualquer resíduo mais insistente que tenha sobrado e já vai complementar a tarefa de trazer o poro para sua dimensão e Ph normais, mantendo-os assim por mais tempo. A hidratação é essencial para todos os tipos de pele, sua função é fazer com que a água permaneça o maior tempo possível dentro das células.

O truque para que esses passos simples te mantenham com a pele saudável é escolher apenas produtos oil free para todas as etapas (hidratante, por exemplo, estou usando o Normaderm Total Mat (tem post aqui), que é para pele com acne, bem sequinho). Mesmo que você não tenha a pele mista ou oleosa, invista, nesses meses de verão fora do normal, em produtos com essa função. Você vai sentir a diferença ao longo do dia e ver que vale a pena essa pequena mudança sazonal, depois você volta com os produtos específicos para seu tipo de pele. Tudo vai ficar melhor: a textura da pele, a maquiagem (se é que você está conseguindo usar alguma) e, principalmente, a redução do brilho excessivo. Outra coisa, olho na quantidade de hidratante. É a constância da aplicação, não a quantidade, que vai fazer efeito.

Claro, milagres não existem. Não é que você não vá suar nem bloquear a oleosidade (ela é natural e necessária, lembra?). A diferença é que garantindo a hidratação, sua pele vai continuar com um viço bonito, além de uma textura mais uniforme. E longe da produção de rugas, o que é sempre bom!

Não esqueça: pra dar resultado bacana, qualquer rotina precisa ser cumprida 2x por dia. Poxa, vale a pena, vai…

Não deu tempo? A etapa de limpeza é obrigatória, mas vai que você está atrasadíssima e não tem 1 minuto para aplicar tônico e hidratante, né? Adote pelo menos uma água termal de qualidade, ela vai dar uma força (não se compara ao tônico + hidratante, mas é melhor do que nada). E jamais deixe de lado o protetor solar, senão nada disso faz sentido.

Eu pessoalmente estou usando BB Creams, gente. Lavo, tonifico e aplico BB Cream. É o que tenho suportado. Amanhã posto algumas novidades da categoria 😉

beleza

SOS Pós Besteira Pós Sol

 

Estão sabendo que na casa dos ferreiros todos os espetos são de pau, certo? rs

Pois aqui em casa não é diferente. Eu sou uma ilha, cercada de protetores solares por todos os lados. Sem exagero, entre ganhados e comprados, uma coisa que não falta aqui em casa é Protetor Solar. Pode faltar sal, detergente, mas Protetor Solar (pra toda e qualquer parte do corpo) não falta, bem nesse nível.

Daí que, alheio a toda minha postura e discurso “use sempre protetor solar”, marido acabou com uma queimadura horrorosa, na semana entre o Natal e o Ano Novo. Tudo bem, eu não estava perto, não pude ficar matraqueando como sempre a hora de reaplicar o produto, mas a essa altura já era pra ter aprendido, né? Não aprendeu. Estava lá, curtindo um beira rio que ele tanto adora, passou protetor de manhã e não pensou mais no assunto até o momento em que começou a sentir a pele arder, poucas horas depois. Estava nublado, ele disse. Como se as nuvens fossem feitas de titânio, né, amor?

O resumo dessa ópera é que, do pescoço pra baixo, o estrago foi amplo, de segundo grau. Do tipo que, além de causar bolhas, faz doer as camadas mais profundas da pele por semanas. Semanas. Fora o risco de dano ao DNA celular, mas essa parte ele nem quer conversar a respeito, tamanho arrependimento.

Como do sofrimento sempre sobra alguma sabedoria, o episódio serviu pra testar, literalmente, na pele alguns (muitos) produtos pós sol. E eu me surpreendi muito positivamente com alguns deles.

Quando falamos em alívio para queimadura solar, logo vem Caladryl à cabeça, não é? Olha que bizarro: não sei se vocês se lembram, mas aquela semana foi muito, MUITO quente. Quem não estava na praia ou curtindo piscina, estava se refrescando com piscininhas de plástico, mangueiras, qualquer coisa meramente refrescante. O que aconteceu? Caladryl desapareceu das prateleiras das farmácias daqui!!!

Com essa primeira opção mais óbvia fora de questão, partimos para o que eu já tinha aqui em casa e, desespero!, marido saiu comprando tudo que via pela frente hahahahaha

O que ele usou (as descrições são dos fabricantes, falo minha opinião pessoal abaixo):

Posto Fresh Gel Hidratante Água de Coco Sol de Janeiro: contém extratos naturais de coco. Proporciona frescor, aliviando o calor excessivo. A água de coco é a única substância natural que pode ser usada como soro para hidratação. Contém elevada concentração de potássio, magnésio e diversos minerais essenciais como zinco, enxofre, manganês e silício. Esses elementos equilibram a barreira natural de defesa da pele, mantendo-a hidratada e protegida da ação do vento, do frio, do ar condicionado e da radiação solar.

Posto Cool Spray Hidratante & Refrescante Água de Coco Sol de Janeiro: contém como ativo principal soro do fruto do coco verde, Cocus nucifera, em alta concentração. Trata-se de um ingrediente natural vegetal, com elevada concentração de potássio e magnésio, além de minerais essenciais como zinco, fósforo, enxofre, manganês e silício. Esse precioso soro de coco também contém açúcares, aminoácidos essenciais, fatores de crescimento celular e polissacarídeos hidratantes. Fragrância natural à base de óleos essenciais.

Solar Expertise Pós Sol Icy Hydration L’oreal Paris: frescor imediato e hidratação intensa. Patenteado com Mexoryl® SX, oil free.

Sundown® Gel Pós Sol: desenvolvido especialmente para hidratar e suavizar a pele, deixando uma agradável sensação de frescor. Sua composição contém 95% de ALOE VERA, uma substância natural que recondiciona a pele, deixando-a suave e macia.

Réparateur Après-Soleil Avène: loção reparadora pós-sol oil-free. Formulada para conferir uma profunda hidratação à pele após a exposição solar, tem combinação livre de óleos que não engordura a pele, mas possui uma textura cremosa, o que torna sua aplicação extremamente agradável. Nutre as células superiores da pele, o que deixa um toque suave e macio.

Pós Sol Tan Extender Moisture Lock Australian Gold: hidratante pós-sol para reposição de nutrientes, que proporciona mais vida ao bronzeado. Transmite uma leve sensação de refrescância. Contém Aloe Vera, Vitamina E, extratos naturais e Panthenol, deixam a pele macia, suave e hidratada. Sem óleo mineral.

Ureadin 10 Loção Rehidratante Ureia 10%: Hidrata, suaviza e flexibiliza a pele seca, áspera ou repuxada, graças à ação da Uréia, fator natural de hidratação. Esta loção de agradável textura restabelece e aumenta a capacidade de hidratação da pele de forma duradoura. Ureadin 10 protege a pele e evita a perda da água por ação de agentes externos, após a sua aplicação, a pele fica suave, flexível, luminosa e sem descamação.

O desenrolar dessa lista enorme de produtos começou porque ele foi comprar Caladryl antes mesmo de voltar pra casa. Já não suportava a ardência (a queimadura tinha sido no dia anterior) e prevendo que ia sofrer duas vezes, com a dor e com minha reação, passou na farmácia pra já chegar com algum consolo. E como eu disse, estava esgotado o produto. O balconista ofereceu o que tinha disponível e ele trouxe os três, Solar Expertise Pós Sol Icy Hydration L’oreal Paris; Sundown® Gel Pós Sol e Pós Sol Tan Extender Moisture Lock Australian Gold. Acontece que esses produtos, como o próprio nome diz, são de uso pós sol, pra dar uma refrescada depois da exposição solar com proteção, não exatamente para quando a pessoa se transforma num torresmo humano. O que aconteceu é que ele aplicava, refrescava, o calor voltava, ele aplicava de novo e assim, num ciclo que levava apenas o tempo da pele absorver o produto. Fora a dor. A pele doía, espalhar as loções era doloroso, afinal, estamos falando de centenas de micro bolhas na pele da pessoa…

Foi por conta da dor que ofereci um dos meus hidratantes prediletos, o Posto Cool Spray Hidratante & Refrescante Água de Coco Sol de Janeiro. Gente, sou muito preguiçosa em relação a creme corporal e desde que conheci esse hidratante spray ele é meu preferido, sempre tenho em casa, porque é praticamente uma água que você borrifa e pronto, pode se vestir sem precisar ficar esfregando. Foi um bálsamo pra ele, que adorou. Não só por não ter que ficar esfregando, mas também achou que a sensação de alívio era mais duradoura, não precisava reaplicar com tanta frequência (na minha opinião o fato de ser bem aquoso ajuda na absorção dos ativos). Ele acabou com meu frasco, que já estava começado, é verdade, em um dia e meio. Daí era feriado e não dava pra comprar outro, foi quando entrou em cena o Posto Fresh Gel Hidratante Água de Coco Sol de Janeiro, que tem praticamente a mesma função do outro, só que a textura é gel. Pronto, foi o paraíso! Virou o preferido dele e depois do feriado compramos um pequeno carregamento de produtos Sol de Janeiro, fazendo a alegria da mocinha que nos atendeu. Eu nem posso reclamar, porque acabei ficando com o Pós Sol Tan Extender Moisture Lock Australian Gold quase todo pra mim também (ele é gigante, 473 ml!).

Quando as bolhas sumiram, uns cinco dias depois da queimadura, era hora de começar a hidratar e tratar a pobre pele, já que agora não estava mais ferida por fora, apenas über sensível. Foi quando compramos a Réparateur Après-Soleil Avène e Ureadin 10 Loção Rehidratante Ureia 10%. Aí a recuperação começou de fato. Durante o dia ele usava a loção Avène (que fragrância rycah) e depois do banho à noite o Ureadin 10 Loção Rehidratante Ureia 10%, um dos hidratantes corporais regeneradores mais potentes que já vi. Sério, fiquei besta com a maciez que essa loção deixa na pele. Eu conhecia a versão 20% para os pés, que é ótima, mas a corporal deixa as pernas mega macias, recomendo muito. Só uma ressalva: nesse calorão, aplique apenas à noite, antes de dormir, pra evitar ficar escorregando nas cadeiras… True story, aconteceu comigo 😉

Hoje, pouco mais de um mês depois, ele ainda usa hidratante e sente a pele dolorida, principalmente ao sol, que evita sempre que possível. Está inconformado como uma distração com protetor pode ter causado um problema tão chato e já se prepara pra enfrentar a Dermato depois do verão, pra avaliar a extensão do dano que, vamos torcer, tenha sido apenas na superfície da pele que ganhou centenas de sardas novas em toda a extensão das costas e braços…

Ficam as dicas dos produtos pós sol e, principalmente, o alerta: USE SEMPRE PROTETOR SOLAR. E reaplicá-lo não é uma opção, é obrigatório!

beleza

Notícias Minhas e do Mundo das Olheiras

 

Olá, queridonas!

Eu disse pra vocês que deixaria resenhas programadas para o blog não fica muito parado, mas tive um momento de lucidez, sabe. Se a minha mais intensa vontade nesse momento é fazer alguma coisa que volte a me representar e não apenas fazer por fazer só pelo simples fato de continuar fazendo; qual o sentido de programar resenhas? Nada disso. Tô me recuperando da minha cirurgia, aproveitando o tempo pra colocar um novo planejamento na mesa e experimentando ideias que não necessitem que eu fique muito tempo em frente ao monitor.

Depois vou contar o que fiz, não é nada de outro mundo, só não posso ficar dando mole na radiação do monitor por uns bons dias. Aliás, MUITO OBRIGADA pelo carinho de todos, as mensagens, os comentários, inboxes e inclusive os bons pensamentos. Espero retribuir em dobro.

E como nessa miscelânea de interesses o assunto olhos/olheiras esteve em máxima evidência, achei legal pincelar aqui sobre duas novidades nesse sentido.

A primeira é um produto que fiquei conhecendo escrevendo para o Papo de Beleza. Ainda não experimentei (agora nem se quisesse eu poderia) mas a proposta é bem interessante e tem a ver com estudos recentes que já estão em uso para manchas na face, só que agora, aplicados à olheiras: Even Better Eyes Dark Circle Corrector (R$189) (post completo aqui).

A grosso modo, ele age penetrando nas camadas da pele e quebrando as manchinhas formadas pela melanina. De acordo com os Estudos, o uso continuado desse produto, duas vezes ao dia, comprova clinicamente a redução visível das olheiras em 30% no prazo de apenas 12 semanas.

Não sei quanto a vocês, mas ultimamente tenho tido problemas SÉRIO com esse tipo de olheira, a pigmentada e fiquei super interessada na proposta. Como eu disso, agora não posso. Mas passado o ‘período de quarentena’ foi experimentar.

A outra opção foi apresentada pela minha Dermato. Trata-se de uma nova ponteira, a Q Switched, de laser ND:Yag. Notem, esse tipo de laser não é novidade, mas sim o uso dessa ponteira específica para o tratamento de olheiras pigmentadas. Ela é capaz de clarear a região de modo gradativo sem agredir a superfície da pele. A quantidade de sessões e a indicação para cada caso, claro, deve ser feita por um profissional capacitado na área de Dermatologia e Laser, e custam, em média, R$500, cada.

Nós vamos voltar a falar sobre isso, eu só quis passar pra dar um alozinho e trazer um pouco de esperança pras desiludidas com as olheiras, como eu…rs

Meio que cansei de apostar em mega hidratantes, tensores e cremes de clareamento. A própria dermato já disse que quando a hiperpigmentação se instala sob a pele, não adianta ser mansa. É preciso atacar a melanina pela raiz.

Tanto lugar pra melanina se concentrar no meu corpo e ela escolhe a àrea dos olhos. Típico. rsrsrsrs


Warning: array_merge(): Argument #2 is not an array in /var/www/html/vivialberto.com.br/web/wp-content/plugins/wp-pagenavi/scb/Options.php on line 62