Warning: mysqli_set_charset(): Error executing query in /var/www/html/vivialberto.com.br/web/wp-includes/wp-db.php on line 823
Vivi Alberto
Warning: array_merge(): Argument #2 is not an array in /var/www/html/vivialberto.com.br/web/wp-content/plugins/wp-pagenavi/scb/Options.php on line 62

posts com a tag ‘batom’

beleza

Compras: Contém 1g

 

Semana passada fiz umas compritchas que estava adiando há um tempo, no quiosque da Contém 1g. Sabe quando a gente quer e necessariamente não precisa, mas ao mesmo tempo se pega pensando que o “produto tal” seria perfeito para a produção X que está na sua cabeça.

O “produto tal” em questão era o Batom Cremoso Bali, que eu já tinha namorado em pelo menos duas lojas e ainda não tinha comprado porque  (francamente, Viviane!) eu não precisava de mais um batom cor de rosa com irresistível toque de coral.

Como eu não me daria paz enquanto não comprasse o tal batom desnecessário, aproveitei uma tarde de mulherzice em que fui fazer a manutenção das unhas AcriGel – em companhia da Pri – e decidi comprar o dito cujo do batom que já tinha dominado minha mente.

De alguma forma encantada, minha sacola saiu de lá com os seguintes itens:

O Batom Bali já mostrei AQUI.

Seguem detalhes dos outros produtos:

Batom 85316 – Bali Intenso Cremoso: extrema cobertura e aderência; alta concentração de pigmentos e excelente fixação.Com FPS 8. (R$45).

Amei a cor. Já tinha outros produtos dessa linha e sabia da ótima cobertura e pigmentação.

Lip Palette Rosas – batom em creme: com Vitamina E. 5 cores de batom: Bora Bora; Rose Nude; Maldivas Intenso; Seychelles Intenso. Com espelho e pincel aplicador. (R$65)

Um batom custa R$45. Cinco batons numa palette custam R$65. Oi? Vou levar. Ah! O pincel aplicador é gordinho e rígido! Fi-nal-men-te alguém colocou um pincel para aplicar batom do jeito que eu gosto. Já contei que usava um pincel chanfrado de delinear os olhos pra fazer isso? Pois é, eu usava. Aliás, um da Contém mesmo.

Pincel para côncavo: 93243. Para aplicar, esfumar e acentuar as sombras no canto externo e no côncavo dos olhos. (R$21)

Achado do mês! É novidade na gama de pincéis da Contém. Perfeito, nem muito rígido nem molegato. Desenha e esfuma o côncavo, sem arranhar.

Sombra Compacta Roxo Sublime: com Derivados do Arroz e pigmentos micronizados e microesferas especiais. (R$32)

Eu AMO essas sombras. Não tinha essa cor e achei apaixonante por não ter breelhos.

Sobre Compras em Geral

O que vou dizer é uma opinião muito pessoal e particular, espero que ninguém que chegou agora (quem já me conhece sabe que não é ataque) interprete errado. Sim, R$45 no batom não é baratinho. Está longe de ser baratinho.

Mas sei que esse é um batom de ótima qualidade, cobertura excelente e a cor é a que eu queria. Já me disseram “mas é quase o preço de um batom MAC!”. Sim, é quase o preço de um batom MAC, mas eu não queria um batom MAC, nem Illamasqua, nem Chanel, nem Dior. Nem Avon.

Queria esse, da Contém 1g, dessa cor. Tenho outros batons, compro quando gosto da textura e da cor, não pela marca.

Não sou sócia de empresa de cosméticos (o que é liberdador em termos de escolha, né?), então não preciso me acorrentar à marcas. Se é bom, ganha minha atenção. Se é caro ou barato, aí é uma questão que preciso resolver com meu saldo bancário no dia, na hora, no momento da compra.

Minha sequência lógica na hora de decidir é:

– o produto

– a qualidade em mim

– o preço

– minha situação bancária (posso ou não comprar isso agora?)

A marca não entra nessa equação, sabem por quê?

Nós contribuimos para esse valor intangível ‘caro x barato’ das Marcas na medida em que as aceitamos e consumimos. Isso é saudável quando acontece naturalmente.

Quando a primeira característica considerada numa compra é a marca, você está ajudando a agregar valores completamente independentes da qualidade do produto feito. Deixe a indústria pedalar e construir sua Marca. Deixe ela te cortejar, não o contrário.

Nós somos mais livres, podemos experimentar e pular de uma pra outra sem laços permamentes, é nossa função nessa cadeia toda, vamos nos divertir, infiéis e satisfeitas. É isso que importa.

Bom, pela minha sacolinha, vocês podem perceber que me diverti bastante…rsrs

beleza

Batom: Guerlain x Avon

 

Separados no nascimento?

Numa situação clássica de “quem adora isso vai amar aquilo”, Avon e Guerlain protagonizam um troca-troca de características em seus produtos.

A francesa e chiquérrima Guerlain lançou Rouge Automatique ($45) versão mais recente de seu batom sem tampa, no mesmo estilo que a Avon já trouxe em Pro-to-Go, anos atrás. Esse conceito de embalagem já é praticamente vintage, por isso discutir quem fez primeiro é tão inútil quanto debater o sexo dos anjos.

Por outro lado, a americana Avon apresentou seu Ultra Color Rich Ultrseduction (R$20), com a bala marmorizada, igualzinha às de Guerlain (na imagem: Cherry Blossom)!

Ambos têm ainda outra característica em comum: prometem mega hidratação e cores firmes.

A nós cabe assistir a batalha dos fabricantes em busca da conquista de nosso amor – e dinheiro, claro.

Sabe quando você olha para a imagem do produto e pensa “acho que já vi isso em algum lugar…” rs

beleza

Boka Roxa

 

Acabou que o batom roxo, usado por Lady Gaga na capa da Vogue americana de março não era roxo coisa nenhuma! rs

Tratava-se da cor Media, da MAC, que é vinho, mas no show de luzes do estúdio e impressão no papel, acabou roxo na capa – e ficou ótimo com o cabelo playmobil rosa.

Acontece que eu acho batom roxo uma coisa, assim, pra lá de aristocrática. Não sei porque, mas um roxão fechado, em contraste com a pele extremamente branca, dá um toque artístico no ato, acompanhado de uma produção mais básica na roupa – se você não for a Lady Gaga.

Só minha opinião pessoal, tá.

Pra quem compartilha dela, duas opções:

Ou seja, roxo de verdade, acho que só investindo mooito, né?

Como não é uma coisa que a gente usa todo dia, prefiro ficar nesses +/- mesmo, que cumprem a função. Acho que fazendo misturinhas (com preto) até rola um roxão. Se eu tiver ocasião pra tentar, mostro.

Vocês conhecem os blushes Kreati?

Show, meninas, show!
*Ju, mostra pra elas no Zíper!!!!

beleza

Livro do Torquatto e Make B. Coleção Lumière

 

Depois da euforia inicial do lançamento, fui conferir qual era, na real, a boa dos produtos mais recentes de maquiagem d’O Boticário.

Não que oba-oba não seja legal, viu, gente. É bom ter paixão e se entusiasmar com as coisas, mas na hora de investir (tradução simultânea: com-prar) é melhor estar com um pouco menos de brilho de desejo nos olhos e a cabeça mais focada no que a gente vai realmente usar. Pode ser usar em UMA festa, mas usar de verdade e não presentear a gaveta.

my precious

Eu sabia que não sairia da loja sem o livro. Verdade seja dita, eu LIGUEI ANTES para perguntar se o livro tinha chegado e reservar meu exemplar.

Amo livros – a respeito de tudo, sempre foram meus amigos mais chegados – e não seria diferente em relação à  maquiagem e beleza. Tenho minha pequena biblioteca sobre o assunto, que vou formando aos poucos, aproveitando que pelo menos nesse item os impostos são liberados.

Posso garantir então, comparando lado a lado o livro do Torquatto e bíblias do assunto (como os manuais da Bobby Browm e o fenomenal About Face, de Scott Barnes) que ele tem padrão exportação, altíssima qualidade de impressão e o que mais interessa: de informação.

Como comentei com uma amiga, é claro que todo profissional tem suas verdades absolutas. Não em um sentido pejorativo de “verdade absoluta” e “certo e errado”, mas todo profissional se fia em algumas regras sobre as quais pauta seu estilo, então, não é surpresa quando encontramos dicas conflitantes em relação à outros trabalhos, de outros autores. Não acho que seja certo ou errado. Vejo como estilo e técnica. Vai funcionar para algumas pessoas e para outras, não. Tem pra todo mundo e isso é que enriquece as prateleiras.

O Boticário Maquiagem by Fernando Torquatto é um livro imperdível pra quem ama o assunto. Tem tutoriais passo a passo pra uma infinidade de looks; fotografia impecável de Jacques Dequeker e linguagem super acessível.

Minhas outras aquisições foram:

Batom Hidralip Lilas Magestic, da linha Make B. Coleção Lumière


Um legítimo batom cor de violeta. Cremoso, cobertura ampla e, graças aos céus!, a cor é a mesma na bala e na boca. Estou com muita preguiça de batons transparentes. Acho que quando queremos uma cor sheer, semi transparente ou algo do gênero, procuramos diretamente por isso. Chato é ir na categoria “Cremosos” e não encontrar definição da cor nos lábios. Quando experimentei o Lilas Magestic já estava preparada para me decepcionar com alguma transparência, mas felizmente isso não aconteceu e separei logo o bichinho pra mim.

Lápis Batom Pepper Glow, Make B. Coleção Lumière


Ninguém tinha me falado do alto Fator Diva desse lápis!!! Meninas, é um achado, uma brisa de frescor em meio a tanto mais-do-mesmo que está por aí. Não é apenas um lápis batom, mas um lápis batom com acabamento LAQUEADO! Absolutamente sofisticado, glam, capa de revista. Alguém me convide para uma festa, por favor, quero usar meu batom coral-tomate envernizado! Aparentemente o efeito espelhado é mais acentuado e glamouroso na cor vermelha, mas, quem liga? rs


Warning: array_merge(): Argument #2 is not an array in /var/www/html/vivialberto.com.br/web/wp-content/plugins/wp-pagenavi/scb/Options.php on line 62